OS RESÍDUOS E OS POSSÍVEIS SUBPRODUTOS ADVINDOS DO ABATE DE SUÍNOS: UMA REVISÃO

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Tecnologia de Alimentos

Acessos neste artigo: 8


Certificado de participação:
Certificado de MELINA APARECIDA PLASTINA CARDOSO

Certificado de publicação:
Certificado de MELINA APARECIDA PLASTINA CARDOSO

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Melina Aparecida Plastina Cardoso , Marcio Ronald Sella

ABSTRACT
A produção brasileira de carne suína vem aumentando ano a ano. Em 2016, a produção atingiu 2,94 milhões de toneladas, enquanto em 2017 o aumento foi de 27,5%, totalizando 3,75 milhões de toneladas. Em 2018 o aumento foi de 1,5%, totalizando 3,80 milhões de toneladas. Apresentando-se como o 4º país no ranking de produção desta carne neste ano, o Brasil perde somente para a China (53,400 mil/ton), UE-28 (23,675 mil/ton) e EUA (11,610 mil/ton). A partir de milhões de toneladas produzidas, o abate também descarta milhões de toneladas de produtos e efluentes considerados resíduos. Diante deste cenário, diversos são os subprodutos adquiridos e/ou desenvolvidos. O que torna um resíduo em subproduto é o conhecimento a respeito do resíduo (características físicas, química e físico-químicas) e também a sua capacidade de utilizar a sua criatividade para transformá-lo em algo útil para a sociedade, podendo ser utilizado como matéria-prima, tanto os resíduos sólidos (vísceras, aparas, ossos, etc), emulsionados (sangue), como também resíduos líquidos (como a água e os efluentes).

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Melina Aparecida Plastina Cardoso 09-02-2021 12:50:35

Extremamente relevante, principalmente quando comentam sobre o trabalho que estuda as partes do suíno, sendo analisadas uma a uma, através de programas computacionais em 3D, levando o leitor a entender que os softwares já estão disponíveis para auxiliar as indústrias e os cientistas a perderem menos carne nobre e realmente descartarem somente o que é necessário.

Foto do Usuário Adda Ellen De Lima Silva 09-02-2021 12:50:35

Excelente trabalho tema super relevante. Parabéns