artigos
Convibra Conference - O EFEITO SEBRAE NA ECONOMIA DAS COMUNIDADES PACIFICADAS DO RIO DE JANEIRO PÓS-LEI COMPLEMENTAR 128/2008
O EFEITO SEBRAE NA ECONOMIA DAS COMUNIDADES PACIFICADAS DO RIO DE JANEIRO PÓS-LEI COMPLEMENTAR 128/2008

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Empreendedorismo e inovação

Acessos neste artigo: 34


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE ESTE TRABALHO

AUTORIA

Norberto Martins Ferreira

ABSTRACT
Trabalho efetuado pelo Prof.Norberto Martins a titulação de mestrado em Economia Empresarial pela UCAM-Universidade Cândido Mendes no Rio de Janeiro-RJ. Pesquisa de campo efetuada nas favelas do Rio de Janeiro-RJ onde o SEBRAE-RJ efetua trabalhos de apoio aos microempreendedores com seus Consultores e Instrutores. Esta pesquisa foi levantada para verificar em comparação aos dados obtidos de outra pesquisa chamada GEM, seus acertos e diferenças. Veja o RESUMO sobre o trabalho abaixo: 

RESUMO
A presente pesquisa resulta em um trabalho de mestrado em Economia Empresarial defendida
na Universidade Candido Mendes no Rio de Janeiro, em dezembro de 2017, que contemplou
uma pesquisa de campo com diversas comunidades na cidade do Rio de Janeiro realizada em
janeiro de 2017. Nestes locais onde consultores e instrutores do SEBRAE executam o
trabalho de desenvolvimento econômico dos empreendedores com serviços de formalização e
atendimento de consultoria em gestão de negócios, bem como a realização de cursos,
palestras, seminários, feiras e eventos. Assim uma pesquisa de campo foi desenvolvida por
mim para obter dados das favelas que fosse possível comparar com dados já existentes e
catalogados. A principal fonte de comparação foi à pesquisa GEM-2016-Global
Entrepreneurship Monitor, junto com outras pesquisas e dados secundários. O SEBRAE
sendo o serviço de apoio ás micro e pequenas empresas busca o desenvolvimento e este
embasamento tem como um dos norteadores a pesquisa com diversos empreendedores de
sucesso encomendada pela ONU. A pesquisa foi realizada no final da década de 60 com
duzentos empreendedores em três continentes por um período de dois anos e apresentou que
existiam 30 traços e atitudes que estes empreendedores repetiam com constância. O consultor
encarregado da descoberta foi o pesquisador americano da Universidade de Harvard, Dr.
David McClelland, que aglutinou estas atitudes em 10 características do comportamento
empreendedor. Assim declaro a importância de entender os comportamentos destes
empreendedores de comunidades e seus moradores, que representam mais de 23% da
população do Município do Rio de Janeiro para ajudar na melhoria dos trabalhos de
atendimentos executados pelo SEBRAE. Algumas de nossas perguntas da pesquisa de campo
visam descobrir se o SEBRAE vem acrescentando conhecimento a estes empreendedores e o
que pode ser realizado no desenvolvimento destas regiões tão carentes. A ajuda e
comprometimento devem começar antes da formalização destes negócios, onde o
planejamento normalmente é esquecido. No Brasil em 01/07/2009 começa a vigência da Lei
Complementar 128/2008, que efetivou a criação da figura do microempreendedor individual,
um marco histórico. São mais de sete milhões de empreendimentos que saem da
informalidade. Este número por si só evidencia a importância do estudo. A proposta é
identificar comportamentos dos microempreendedores individuais destas comunidades e do
entorno e o que se pode fazer para melhorar o desenvolvimento econômico nas favelas.
Palavras-chave: Comparação Nacional. Comunidades Pacificadas. GEM. Desenvolvimento
econômico e social. Pesquisas.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Ida Luciana Martins Noriler 09-02-2021 09:50:35

Trata-se de uma dissertação que não é apresentada em formato de artigo ou resumo expandido conforme normas para submissão. Ao total são 105 páginas para leitura. O documenot para submissão deveria conter 19-20 páginas no total.

Foto do Usuário Rúbia Oliveira Corrêa 09-02-2021 09:50:35

Trata-se de uma dissertação apresentada ao curso de Mestrado em Economia Empresarial da UCAM. Trabalho que não atende aos critérios de formatação requeridos pelo congresso; o que dispensa a avaliação do mesmo.

Foto do Usuário Ana Claudia Da Rosa 09-02-2021 09:50:35

O artigo não tem estrutura científica. Qual foi a intenção dos autores?

Foto do Usuário Rafaela Da Silva Gomes 09-02-2021 09:50:35

Olá autor. Bom não sei se a dissertação se encaixaria nesse congresso , o estudo que foi feito é bem relevante, mas eu achei os textos muito longos e sem parágrafo, muita citação direta que chegava a tomar parte da página o que mostra um pouco de falta de opinião própria. Enfim teve uns erros gramaticais que poderia ser revistos como palavras com muitos A. Enfim era isso.

Foto do Usuário Fabiola Jessica Brito Da Silva 09-02-2021 09:50:35

O trabalho trata-se de uma dissertação de mestrado, com 120 páginas... não segue a regra de submissão ao congresso como resumo expandido nem como artigo científico... Apesar de que o tema é muito interessante.

Utilizamos cookies essenciais para o funcionamento do site de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.