Óleo essencial de Dysphania ambrosioides como alternativa para o controle de Lasioderma serricorne

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Entomologia

Acessos neste artigo: 23


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Guilherme Garcia Vernier

ABSTRACT
O besouro-do-fumo, Lasioderma serricorne Fabricius (Coleoptera: Anobiidae), é uma praga de grande importância em armazenamento de fumo, que vem sendo relatada em outros produtos armazenados, como grãos de soja e diversas farinhas. O controle desta praga é realizado por meio de fumigação com produtos sintéticos a base de fosfina. No entanto, o uso exclusivo da fosfina tem contribuído para a seleção de populações resistentes. Este fator, associado ao risco para humanos, tem despertado o interesse pela busca por novos fumigantes alternativos, como óleos essenciais de plantas. Nesse contexto, o presente trabalho teve por objetivo avaliar a atividade inseticida do óleo essencial de Dysphania ambrosioides (L.) Mosyakin & Clemants (sin: Chenopodium ambrosoides L.) sobre L. serricorne. Para isso, inicialmente foram determinadas as concentrações necessárias para causar 50 e 90% de mortalidade (CL50 e CL90). Em seguida, foi determinado o tempo necessário para causar mortalidade em 50% da população (TL50). O óleo essencial de D. ambrosioides foi altamente tóxico contra L. serricorne. As concentrações necessárias para causar 50 e 90% de mortalidade foram 8,68 e 20,95 ?L/L de ar, respectivamente. Além disso, o óleo essencial agiu de forma rápida sobre L. serricorne. Foram necessárias apenas 14,95 horas para causar mortalidade em 50% da população testada. Estes resultados demonstram o potencial de D. ambrosioides como novo inseticida fumigante para ser empregado no controle de L. serricorne. O emprego do óleo essencial desta espécie pode contribuir para a redução dos riscos associados aos inseticidas convencionais, além de consistir em uma estratégia importante para o manejo da resistência de L. serricorne.
Palavras chave: Inseticida botânico, besouro-do-fumo e fumigação.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS

Prezados autores, Parabéns pelo trabalho. Aproveito para deixar algumas sugestões: - No segundo parágrafo da introdução, quando Lasioderma serricorne e citada pela primeira vez, o gênero não deve está abreviado. O mesmo para Dysphania ambrosioides no último parágrafo. - Quais as concentrações utilizadas? - Metodologia parágrafo 3: caruncho realmente é um dos nomes populares do besouro-do-fumo? - Como era feita a avaliação? Era necessário abrir as unidades experimentais? Essa informação é necessária, principalmente no estudo da TL! - Na Tabela 1, alguns valores estão com as casas decimais separadas por ponto. O mesmo para o eixo Y da Figura 1. Espero ter colaborado!

Foto do Usuário Wagner Arruda De Jesus 07-05-2021 14:05:00

Parabéns aos autores pelo trabalho. Minha pergunta é: quais doses foram utilizadas para atingirem as mortalidades descritas no trabalho? e minha sugestão é: se possível testar a aplicação desses óleos com outros produtos para analisar a eficiência destas misturas. Obrigado!!

Foto do Usuário Wállas Matos Cerqueira 06-05-2021 19:51:26

Prezados autores, Parabéns pelo trabalho. Precisa reavaliar a estatística do estudo. Além disso, quais as concentrações que foram utilizadas? e como foram realizadas as avaliações?

Foto do Usuário Verônica Maiara Rosa Novais 11-05-2021 00:12:29

Trabalho muito bom e esclarecedor, parabéns aos autores!