ADAPTAÇÃO E REUTILIZAÇÃO DE EPIs PARA EQUIPE DE LIMPEZA NA ÁREA EXTERNA DAS INSTITUIÇÕES HOSPITALARES

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Educação, formação e treinamento em saúde

Acessos neste artigo: 9


Certificado de publicação:
Certificado de Andrea Huhn
Certificado de Juliana Almeida Coelho de Melo

Certificado de participação:
Certificado de Andrea Huhn

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Juliana Almeida Coelho De Melo , Gerusa Ribeiro , Andrea Huhn , Flávio Augusto Penna Soares , Alexandre Dagostini Zottis , Mara Ambrosina De Oliveira Vargas

ABSTRACT
Em 3 de fevereiro de 2020, o Brasil declarou, por meio da Portaria nº 188 do Ministério da Saúde, Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional, em decorrência da infecção humana pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), que medidas administrativas fossem tomadas com agilidade para que o país se preparasse para o enfrentamento da pandemia.4 Assim, emergiu a questão de pensar, além dos profissionais das saúde, no profissional da limpeza externa hospitalar e seus conhecimentos acerca da paramentação e desparamentação dos EPIs, com o objetivo de passar orientação de medidas de biossegurança e otimização de custos na utilização dos EPIs indicados para limpeza e descontaminação de áreas externas das instituições de forma segura, substituindo alguns EPIs de uso geral, necessários para equipe multiprofissional de saúde e que estão em falta no mercado. O projeto foi viabilizado pelo MEC/SETEC, por meio de edital.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Gerusa Ribeiro 09-02-2021 12:50:35

Importante para as ações e a pratica segura aos trabalhadores dos serviços de sanificação das instituições de saúde.

Foto do Usuário Adriana Rabelo Silva 09-02-2021 12:50:35

Artigo com temática importante. Fiquei curiosa sobre a metodologia e conclusão do trabalho. Parabéns!!!

Foto do Usuário Adriana Braitt Lima 09-02-2021 12:50:35

Apesar do artigo ter relevância pela proposta de orientação de pessoas sobre biossegurança devido a Pandemia Covid-19, não se trata de um artigo completo. Faltou a estrutura tradicional de artigo científico: introdução, metodologia, resultados, discussão e considerações finais. O estudo parece que ainda não foi concluído, conta como foram executadas as orientação de modo resumido.