Aspectos Econômicos e Ambientais na Cadeia Leite do Brasil: uma abordagem insumo-produto da renda, emprego, consumo de energia e emissões de CO2

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agronegócios

Acessos neste artigo: 7


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Luís Antônio Sleimann Bertussi (Upf) , Marco Antonio Montoya , Eduardo Belisário Finamore

ABSTRACT
Este artigo avalia na Cadeia Leite do Brasil a produtividade do fator trabalho, bem como o consumo de energia renovável e não-renovável com suas respectivas emissões de CO2. Para isso, foram compatibilizadas e desagregadas as matrizes energéticas e de emissões com as matrizes insumo-produto do país. Os resultados demonstram uma trajetória de crescimento da renda gerada por trabalhador e decréscimo nas emissões de CO2, o que sugere benefícios para o meio ambiente. Os índices de intensidade e produtividade revelam ganhos de eficiência no uso de energia e um processo continuo de modernização da cadeia devido aos os ganhos de produtividade da mão de obra.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Jeane Da Silva Tavares 09-02-2021 12:50:35

Excelente trabalho e bem completo. Análise bem estruturada da cadeia do leite. Extremamente relevante para o setor.

Foto do Usuário Dione Gelton Da Silva 09-02-2021 12:50:35

Otimo trabalho em contribuição e pertinencia. Bem estruturado com objetivos claros.

Foto do Usuário Ana Emília Lopes Rodrigues 09-02-2021 12:50:35

Os questionamentos iniciais são muito bem colocados o que instiga o leitor a prosseguir com a leitura e ficar atento à discussão. Entretanto, os dados são de 2014. Agora em 2020, como estão as emissões de CO2? Continuam reduzindo? E o consumo de energia renovável já que a cadeia produtiva do leite consome muita energia? Os dados estão muito bem organizados bem como os gráficos e as fórmulas (metodologia) porém acho que seria legal estender a pesquisa para os dias atuais já que o tema é relevante!