CONHECIMENTOS SOBRE EDUCAÇÃO FINANCEIRA ENTRE OS ESTUDANTES DE GRADUAÇÃO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO METODISTA - IPA

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Finanças

Acessos neste artigo: 8


Certificado de Publicação:
Não disponível
Certificado de Participação:
Não disponível

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Nathalia Seibt , Álan Andrew De Souza

ABSTRACT
A educação financeira tem como principal objetivo preparar as pessoas para lidar com as diversas decisões que devem ser tomadas diariamente com relação ao consumo, decisões financeiras e outras questões, que são, por muitas vezes, complexas. A necessidade de fazer a Educação Financeira acessível a todos pode ser explicada pelo alto índice de endividamento dos brasileiros, que em sua maioria não tem acesso a informações sobre como gerir seus recursos e consumir de forma saudável. O presente estudo buscou verificar o conhecimento de estudantes de ensino superior de uma instituição privada de Porto Alegre, analisando se eles estão preparados para gerir suas finanças. Para isso, foi necessário o entendimento de alguns conceitos básicos de finanças, tais como tipos de investimento existentes, o contexto da educação financeira no Brasil, o funcionamento do sistema financeiro em que estamos inseridos, e como as decisões de consumo devem ser tomadas. A história do sistema financeiro no Brasil também foi analisada, possibilitando-se entender porque a Educação Financeira é importante para todos. Para que fosse possível chegar a essa resposta foi realizado um estudo quantitativo com estudantes iniciantes e concluintes da Instituição de ensino superior Centro Universitário Metodista - IPA, cuja amostra é composta por 137 alunos. O questionário aplicado possui 19 questões visando identificar os conhecimentos sobre valor do dinheiro no tempo, oportunidade, endividamento e segurança sobre educação financeira. É também investigada a necessidade de disciplina específica sobre educação financeira na grade curricular dos cursos pesquisados (administração, ciências contábeis, publicidade e propaganda e psicologia) na visão dos alunos. Os resultados permitiram concluir que os alunos, de forma geral, possuem conhecimentos sobre educação financeira, mas não se sentem seguros na tomada de decisão. A pesquisa também traça um comparativo com outros estudos já realizados, e os resultados ressaltam a necessidade de incluir a Educação Financeira na Educação Básica, para que se formem cidadãos mais conscientes sobre seus gastos e consumo. Por fim, o estudo propõe a análise da inserção de disciplina específica sobre educação financeira na grade curricular dos cursos da instituição, e sugere que os ensinamentos sobre o tema deveriam ser iniciados ainda na educação básica, para a formação de pessoas mais conscientes e seguras acerca de como consumir e gerir seus recursos.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Lorrane Pereira Miranda 09-02-2021 12:50:35

Artigo muito bem estruturado, contendo tópicos e temáticas que fortalecem e sustentam a análise dos resultados, o que denota domínio acerca do tema abordado. Uma única observação é que não segui o número de páginas estipuladas pelo comitê do congresso.

Foto do Usuário Selma Velozo Fontes 09-02-2021 12:50:35

Artigo com texto fluido e tema atual. Apresenta uma ótima contribuição sobre a temática.

Foto do Usuário Alice Lopes Da Silva 09-02-2021 12:50:35

Considero que o artigo apresenta bons argumentos e cumpriu com o que foi proposto inicialmente, porém peca em alguns aspectos como na falta de foco quando tenta demostrar a importância da pesquisa, justificando com teorias excessivamente. Assim, ultrapassando o número de páginas estipuladas pelo evento. Então, vocês consideram que poderiam ter resumidos pontos no artigo como na revisão teórica que desvia do foco da pesquisa?

Foto do Usuário Fernanda Maciel Peixoto 09-02-2021 12:50:35

O artigo aborda um tema atual que vem sendo muito estudado na literatura brasileira de finanças comportamentais. Alguns pontos precisam de melhorias. O trabalho não atende às normas de formatação e excede o número de páginas exigido pelo congresso. Falta de coesão e objetividade na contextualização do tema e na definição do problema de pesquisa. Os autores destacam que o estudo se justifica no trabalho vários autores, enquanto se basearam somente na pesquisa de Saito et al. (2007) que é um pouco antigo. O referencial precisa ser mais enxuto e objetivo. Tem que explorar mais os principais conceitos da educação financeira. A metodologia não foi bem desenvolvida. Não foi possível identificar o método utilizado pela elaboração do questionário, o método de análise dos resultados, ficou a dúvida de como foi feito o design do questionário e como o mesmo foi aplicado para evitar possíveis viés.

Foto do Usuário Fernanda Teixeira Franco Ribeiro 09-02-2021 12:50:35

Tema interessante, apesar de ser um único objeto de estudo. Porém não atende as normas do congresso.