EVOLUÇÃO DA COBERTURA DO SOLO POR DIFERENTES PLANTAS DE COBERTURA DE OUTONO/INVERNO

DOCUMENTAÇÃO

Tema: Agricultura

Acessos neste artigo: 10


Certificado de publicação:
Certificado de João Henrique Vieira de Almeida Junior

COMPARTILHE SEU TRABALHO

AUTORIA

Guilherme Semião Gimenez , João Henrique Vieira De Almeida Junior , Vagner Do Nascimento , Vinicius Cesar Sambatti , Giliardi Dalazen

ABSTRACT
As premissas do sistema de plantio direto (SPD) incluem a manutenção da cobertura do solo por resíduos vegetais, o não revolvimento do solo e a rotação de culturas, o que pode resultar em maior retenção de umidade, menor variação de temperatura do solo, maior atividade biológica e supressão de plantas daninhas. Objetivou-se avaliar a evolução da cobertura do solo por espécies de plantas de cobertura de outono/inverno. O experimento foi conduzido na Fazenda Escola da Universidade Estadual de Londrina (UEL), PR. O delineamento experimental adotado foi de blocos casualizados, composto de oito tratamentos e quatro repetições. Os tratamentos foram aveia preta, centeio, nabo forrageiro, aveia preta + centeio, aveia preta + nabo forrageiro, aveia preta + centeio + nabo forrageiro e pousio. As avaliações foram realizadas aos 30, 45, 60, 75, 90 e 105 dias após a semeadura (DAS). O nabo apresentou um crescimento vegetativo inicial mais rápido, com máxima cobertura do solo aos 45 DAS, chegando a 90%. Para os demais tratamentos, contendo aveia e centeio, a máxima cobertura do solo foi obtida aos 60 DAS, com aproximadamente 80%. Após essa avaliação, todos os tratamentos apresentam um decréscimo da porcentagem de cobertura vegetal sobre o solo.

Para participar do debate deste artigo, .


COMENTÁRIOS
Foto do Usuário Ananda Covre Da Silva 09-02-2021 12:50:35

Escrita fluida e conteúdo consistente. Material e métodos bem descrito de fácil reprodutibilidade. Resultados relevantes e de grande aplicabilidade.

Foto do Usuário Leonardo Rodrigues Dantas 09-02-2021 12:50:35

O trabalho está muito bem estruturado e com escrita clara e de fácil entendimento. Sugiro ao autor apresentar dados sobre como esta cobertura pode interferir em atributos físicos do solo, além também de apresentar dados massa seca, pensando em adubação verde ao solo. Há mais trabalhos que comprovem que este aplicativo pode ser utilizado para a mensuração de cobertura vegetal?

Foto do Usuário Helio Fernandes Ibanhes Neto 09-02-2021 12:50:35

Ótimo trabalho! Bastante completo ao que se propõe explorar no objetivo, com resultados bem apresentados e detalhadamente discutidos. Ficou claro a indicação de um caminho pra manejo de solo na entressafra da região sul do país. Interessante o uso de tecnologias como aplicativos aplicativos a favor da ciência na prática.

Trabalho muito bem escrito e metodologia de fácil entendimento e com bons resultados para aplicação em campo.

Foto do Usuário Vanderson Viera Batista 09-02-2021 12:50:35

Trabalho com escrita clara, metodologia de fácil compreensão e com resultados de grande relevância.

Foto do Usuário Luara Silva Pereira 09-02-2021 12:50:35

O trabalho apresenta uma linguagem coerente, simples e clara. Levando em conta o menor custo com sementes, qual espécie você recomendaria para o produtor?

Foto do Usuário André Luiz Vianna De Paula 09-02-2021 12:50:35

A cobertura de solo favorece a microbiota do solo preservando fungos e bactérias benéficos e também fornecendo nutrientes ao solo.